Casamentos Reais · Noivinha Oficial

Um amor de quadrilha | Book Externo Juliana e Marcos

Juliana-Marcus-Trash-005-X3

Eles conheceram no dia 06 de julho de 2013 durante o ensaio da quadrilha e começaram a namorar. O encontro foi inusitado. Por incentivo de uma amiga, Juliana, que mora em Santa Tereza, foi à Praça Duque de Caxias para assistir um ensaio. “Eu não tinha esperança de participar, já que não tinha um par e não havia cavalheiros de sobra. Outras moças também estavam de fora pelo mesmo motivo e de repente chegou um casal com um homem sozinho, era o Marcos. Ele chegou assim, tímido, sem saber como começar. Não sei porque, mas puseram ele para dançar comigo. Acho que é destino mesmo”, lembra.

Marcus chegou ao ensaio por acaso. As interessadas em participar eram sua irmã e a amiga, que souberam do evento pelas redes sociais. “No primeiro dia minha irmã não pôde ir e essa amiga me pediu para guia-la ao bairro Santa Tereza. Na hora rejeitei pois não podia assumir um compromisso de quadrilha, mas depois amei porque combinamos de curtir um barzinho na sequencia. Logo que cheguei, me apontaram para dançar com a Juliana, fiquei sem graça de recusar e aceitei. Como a achei interessante, comecei a ver a situação com bons olhos”, lembra Marcus.

De repente lá estavam eles, dançando juntos. O primeiro encontro não parecia que daria namoro. Juliana conta que Marcus mexia muito no celular e mal conversaram. Mas, ao final da dança, ela se surpreendeu quando o cavalheiro lhe pediu o número de whatsapp. Em seguida, os amigos dele a convidaram para ir com eles a um barzinho de Santé. Nessa mesma noite a fogueira acendeu entre os dois, mas como todo percurso tem obstáculos, o casal enfrentou um desafio ainda durante os primeiros ensaios. Marcus, que é assistente administrativo, teve que prestar serviço no Rio de Janeiro. Durante cinco meses eles só se encontravam nos finais de semana quando Marcus retornava a Belo Horizonte. Juliana não desistiu do par. “Eu ia aos ensaios sozinha, para aprender e repassar a ele. No dia da quadrilha dançamos juntos e foi muito bom!”.

Em uma das varias ligações, Marcus demostrou uma certa preocupação e receio em aceitar uma proposta para ser promovido e trabalhar definitivamente no Rio de Janeiro. Juliana não hesitou em falar “Que bom! Teremos uma casa de praia!” Isso fez ele refletir sobre quão especial era Juliana, e que ela poderia ser sim a mulher de sua vida.

Ao Retornar no final de Semana seguinte, ele disso o primeiro “Eu Te Amo” de muitos que viriam. Ela Assustou, não estava acreditando no que ouvia, mas ouviu novamente e retribuiu.

Durante essas idas e vindas Marcus e Juliana se divertiram bastante, baladas, bares, restaurantes e outras cositas mas que não podemos comentar aqui, mas que foram muito legais. Ohh se foi!!

Ao retornar em 24 Novembro de 2013 , conversando sobre os planos de futuro, Marcus percebeu que o sonho de Juliana era se casar e ter filhos. Por duas semanas ficou pensando e então fez o pedido de Noivado. Juliana aceitou e então começaram a planejar como seria o pedido oficial o suas famílias.

Mas antes disso, fizeram uma linda viagem a Lavras Novas-MG, onde passaram 4 dias maravilhosos se conhecendo ainda mais e planejar ainda mais

Estão depois de muito planejar, no dia 06 de setembro de 2016 o tão pedido foi feito para surpresa de todos os familiares. A partir dessa data era oficial. Eles vão se Casar!

Agora vinham os preparativos, que dia casa, onde casar, qual fotografo. O Evento a cada dia que passava tornava forma.

Passaram o tempo e o o evento tá próximo, mas Marcus é muito exigido em seu trabalho, época difícil, crise. Juliana não entende muito, e os dois tem sua primeira discussão brava. Mas como o Marcus não gosta de ficar brigado com sua noiva e eles sempre vão se acertando a base de muito dialogo e amor.

Casamento não só flores, também te espinhos, mas as flores são tão bonitas que os espinhos nem vão machucar!

Essa história de amor, iniciada na Quadrilha de Santa Tereza e que com a benção de Deus vai durar até que a morte os separe.

Juliana-Marcus-Trash-007-X3Juliana-Marcus-Trash-002-X3Juliana-Marcus-Trash-012-X3Juliana-Marcus-Trash-013-X2Juliana-Marcus-Trash-016-X3Juliana-Marcus-Trash-020-X3Juliana-Marcus-Trash-022-X3Juliana-Marcus-Trash-023-X3Juliana-Marcus-Trash-025-X3Juliana-Marcus-Trash-026-X3Juliana-Marcus-Trash-034-X3Juliana-Marcus-Trash-035-X3Juliana-Marcus-Trash-036-X3Juliana-Marcus-Trash-043-X3Juliana-Marcus-Trash-047-X3Juliana-Marcus-Trash-048-X3Juliana-Marcus-Trash-069-X3Juliana-Marcus-Trash-089-X3Juliana-Marcus-Trash-086-X3Juliana-Marcus-Trash-088-X3

Coração NO

Local: Bougainville Farm | Fotos: Rodrigo Lana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s